AGÊNCIAS DE VIAGENSALBERGUES E HOSTELSBARCOS HOTELBARESBUSINESS HOTELCAMPINGSFLATSHOTÉISHOTÉIS FAZENDA
LOCADORA DE VEÍCULOSPARQUES TEMÁTICOS E DE DIVERSÕESPASSEIOSPESQUEIROSPOUSADASRESORTSRESTAURANTESSPATHERMAS
Programe sua viagem Notícias Turista na rede Vai Viajar? Veja a previsão do tempo
   

 

 

SÃO BENTO DO SAPUCAÍ – A área é de 252 km² e no município moram 11.765 habitantes. Com suas belíssimas formações rochosas, o chamado Complexo do Baú, onde fica a Pedra do Baú — uma das mais famosas formações rochosas do país, localizada no médio Vale do Paraíba —, é o lugar ideal para a prática do ecoturismo, em cachoeiras ou nas matas.

A cidade, que começou em 1828 com a construção de uma capela, atualmente a Igreja Nossa Senhora do Rosário, foi reconhecida como estância climática apenas em 1967.  O município mais antigo da Serra da Mantiqueira tem 100% de área de preservação ambiental e é cercado por muita beleza e natureza. 

Acolhedora e hospitaleira, com seus casarios centenários, igrejas e capelas, a cidade é o local ideal para a prática do ecoturismo. Com uma das formações rochosas mais conhecidas do estado de São Paulo, o complexo da Pedra do Baú, formada por três montanhas de pedra, é atração imperdível. A escalada até a Pedra do Baú, o ponto mais alto do conjunto de formações, alcançando 1.950 metros de altitude, proporciona uma das vistas mais bonitas e inesquecíveis, e o contato com a natureza transforma a caminhada em uma revigorante aventura. 

O artesanato na fibra da bananeira seduz os olhos mais desatentos. Trincheiras da Revolução Constitucionalista complementam o cenário, como parte da rica história local. As cachoeiras que formam piscinas naturais são um convite ao despertar. As manifestações populares são mantidas vivas.

O bloco do Zé Pereira desfila pelas ruas da cidade com bonecos de 3 metros de altura e animam a cidade há mais de cem anos. Todas as tardes — começando 20 dias antes do carnaval — a população e os visitantes são contagiados pela alegria dos bonecões. A gastronomia com forte influência mineira tem comida farta e variada, tornando-se um atrativo à parte, não faltando feijão, torresmo, costelinha e couve. Resgate das raízes e da tranquilidade, proporciona ao turista paz e contato com a natureza.

O povoado do bairro do Quilombo, formado por comunidades de escravos fugitivos, é mais antigo que o próprio município e mantém viva sua história e cultura.

O artesão Ditinho Joana faz uma arte baseada nos sentimentos da comunidade rural e foi um incentivo à arte local, tornando o bairro um polo artesanal, com linguagens próprias e ressaltando a cultura de raiz com seu tom e matiz.

MAPAS

Como chegar

TODOS OS ESTABELECIMENTOS


 


 


 

   
       
  
  
  
  
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
   
Hotéis    Hotéis fazenda    Pousadas    Camping      Restaurantes   Agências de Viagem     Aventura e Passeios
Na praia    No campo   Na fazenda   Na montanha     Na cachoeira     Na cidade
Empresa   Entre em contato
  © 2008 Turista na Rede. Todos os direitos reservados.